Um blog para ajudar os nossos verdadeiros amigos, os animais!
Eu...
O que tenho escrito

...

Cadelinha e bébés

Atum bisnaga

Cupi

Agir

Ninas lindas

Mil desculpas e mais uma ...

Lindo e fofo

Amiguinhos ao relento

Miguinho doce

Os meus arquivos

Maio 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Links
Terça-feira, 27 de Junho de 2006
TAZOO
Este apelo é completamente desesperado... è nestas alturas que sentimos o quanto impotentes somos...nao ha soluçoes, e os problemas multiplicam se ...e atras de um resolvido, vem sempre outro ainda maior...
De forma muito resumida... O tazoo chegou as nossas maos ha cerca de 9 meses... veio de Vila Real onde tinha sido brultalmente atacado por outros caes. Entretanto ao fim de algum tempo cá conseguiu ficar completamente bom e teve uma recuperaçao fantastica...
Era um menino MUITO MUITO FELIZ....e nada fazia prever o que se seguiu no dia 8 de Junho em que teve de ser internado de urgencia...
O tazoo chegou ao Hospital mesmo muito mal... com os valores de ureia e creatinina muito elevados...
Mil e um exames e nada...
Ao fim de muito tempo conseguimos descobrir o problema...
"Uma anomalia numa das válvulas deu origem a um sopro já consideravelmente severo e isso, em conjunto com a pressão arterial alta, estará na origem da sua insuficiência renal (a qual felizmente não é grave)." "Este diagnóstico de doença cardíaca com insufiência renal associada requer medicação bidiária permanente e uma dieta específica para doença renal."
Nós não temos qualquer tipo de hipotese para isto... é completamente impossivel.. é um tratamento para a sua vida toda...
Não fazer este tratamento é como estar a condenar o pequenino a uma morte proxima ... Como foi isto acontecer??? uma pessoa tenta ajudar e só aparecem contrariedades tao graves que nos fazem pensar muito... agora que estamos responsaveis por este menino...agora que ele precisa mais de nós como nunca...o que fazemos??? não consigo priva lo do tratamento , mas não temos forma de o fazer... é tão urgente uma solução para o nosso pequenino...
Por favor pondere ser Fat, adoptar, dar uma oportunidade, a ultima, a este menino...que adoramos tanto...
A despesa do Tazoo ficou nos quase por 1000 euros.... graças á contribuiçao de algumas pessoas que possibilitaram pagar uma parte de tudo isto, e graças MUITO á MGOMES e Sonia e Miguel que possibilitaram que tudo o resto fosse possivel...alem de tudo isso, acompanharam sempre o tazoo diariamente... OBRIGADO MAIS UMA VEZ POR TUDO ISSO A TODOS!!!
Se nao tivesse tido este apoio nada disto seria ainda possivel para o tazooo... Felizmente ultrapassou-se e agora o ultimo dos problemas surge...
UMA FAT POR FAVOR!!!
O tazinho encontra-se na arrecaçadaçao da Mgomes que só o pode manter lá esta semana e ja puxadinha.. alem de que nao é um sitio para ele estar....mas nem que fosse só para o desenrasque...só dá para esta semana... Depois nao se mesmo o que fazer.... Por favor....... è super meigo, pequeninissimo, adora dormir no sofa....porta-se muito bem!!!!
Minhas Tags:
Quarta-feira, 21 de Junho de 2006
Faith - A cadelinha coragem!

Muitos de nós pensamos que temos uma vida má, que nos falta isto ou aquilo e muitas das vezes não damos o devido valor ao que temos realmente; Amigos familia, uma casa e o nosso corpo, sim porque muita gente que se queixa não sabe a sorte que tem... e por isso queria falar nesta cadelinha :

Chama-se Faith (Fé) e assim se chama porque precisou de muita fé dos seus donos para ter a vida feliz que tem hoje.

Deparei-me com esta história no programa da Oprah na Sic Mulher e até hoje, nenhuma história me me tinha afectado tanto como esta.
A Faith nasceu com patas dianteiras gravemente deformadas, ela foi salva por uma familia americana enquanto que a mãe da cadelinha a tentava asfixiar sentando-se em cima dela, (é usual que as as mães tentem matar as crias que são mais fracas e que não vão conseguir sobreviver sozinhas) .
Levaram na ao veterinário para ter uma ideia exacta do que fazer, o que ele lhes recomendou abatê-la... até porque para se movimentar, Faith tinha de arrastar, o que mais tarde podia formar um buraco no peito e queixo da cadelinha.
No entanto a família resolveu dar uma oportunidade à cadelinha.
Para conseguir se movimentar sem que se magoasse, teria de andar como nós, em duas patas, então foi treinada com muito amor e carinho e com colheres de manteiga de amendoim :) e a cada movimento (pulinho) recebia uma colher da manteiga.
Já para não falar do desafio que é aprender a andar em duas patas quando obviamente foi criada para andar em quatro, é igualmente uma cadela de terapia, ajudando estudantes estrangeiros a aprender inglês (sentem-se mais a vontade com a meiguice dela).
Agora pensem... mas pensem bem...
Se uma cadelinha consegue ultrapassar isto, o que é que nós não conseguimos fazer com força de vontade!

 

 

Aqui vai um video de um canal americano com uma reportagem sobre a minha cadela favorita!!!! :)

A minha Faith!

 



Minhas Tags:
Domingo, 18 de Junho de 2006
Petição “Pelo Tratamento Condigno e Pelo Fim do Extermínio dos Animais Em Canis/Gatis Municipais”

Participe e divulgue esta petição para ajudar a mudar a vida dos animais nos canis/gatis portugueses.

Texto da Petição:


Petição à Assembleia da República:
Pelo Tratamento Condigno e Pelo Fim do Extermínio dos Animais Em Canis/Gatis Municipais
Ex.mo Sr. Presidente da Assembleia da República:
Em Portugal, não existe uma política coordenada para controlo da população de cães e gatos. Esta omissão resulta em abandono, maus-tratos e extermínio de animais de companhia. O Estado tem a responsabilidade de dar o exemplo aos seus cidadãos, mas falha claramente nessa obrigação ao exterminar e ao tratar de forma negligente os animais nos canis/gatis municipais. A maioria dos canis/gatis municipais portugueses são locais que envergonham os cidadãos responsáveis e conscientes. Na maioria dos canis/gatis municipais portugueses, os animais padecem sem receber cuidados médico-veterinários adequados, são mantidos em alojamentos sem as mínimas condições de bem-estar e, por fim, sofrem uma morte indigna. Trata-se de uma realidade desnecessariamente atroz e em que não se respeita sequer a legislação existente.
É urgente alterar esta situação promovendo-se obras de melhorias das condições nos canis/gatis municipais que contemplem a criação de divisões mais amplas, a criação de áreas de recreio abertas onde os animais se possam exercitar e o isolamento e tratamento de animais que necessitem de cuidados médico-veterinários; desenvolvendo-se campanhas de adopção responsável dos animais dos canis/gatis municipais após esterilização dos mesmos, e com posterior acompanhamento dos animais adoptados; promovendo-se o controlo de natalidade de cães e gatos mediante técnicas eficazes e humanas como a esterilização; e desenvolvendo-se programas educativos destinados a informar/sensibilizar os cidadãos quanto aos seus deveres e responsabilidades perante os seus animais.
Os canis/gatis municipais têm de deixar de ser corredores da morte, para passarem a ser centros de acolhimento provisório de animais com o objectivo de lhes encontrar um lar. Têm de deixar de ser os péssimos exemplos que são actualmente, para passarem a ser exemplos daquilo que é cuidar dos animais de forma responsável. O abate de animais saudáveis em canis/gatis não só é desumano, como se tem demonstrado completamente ineficaz para resolver o problema da sobrepopulação de animais. A sobrepopulação de animais constitui comprovadamente a causa da sobrelotação dos canis/gatis municipais e abrigos e do crescente número de animais errantes. Segundo um relatório de 1990 da Organização Mundial de Saúde, "a remoção e abate de cães nunca deverá ser considerada a forma mais eficaz de lidar com um problema de excesso de população de cães na comunidade: não tem efeito sobre a causa raiz do problema, que é a sobre-reprodução dos cães". Pode ainda ler-se no mesmo relatório que "a longo prazo, o controlo da reprodução é de longe a estratégia mais eficaz de gestão da população canina".
Em face do exposto, os abaixo-assinados vêm pelo presente meio solicitar à Assembleia da República que sejam tomadas as medidas necessárias para assegurar o bem-estar dos animais nos canis/gatis municipais e que o abate de animais seja abolido como forma de controlo populacional (admitindo-se apenas a eutanásia dos animais gravemente doentes ou que representem perigo para a saúde de pessoas ou outros animais), devendo a esterilização ser o método de eleição para controlo da população canina e felina em Portugal.


Participar
Para que esta petição seja discutida na Assembleia na República, é necessário recolher pelo menos 4.000 assinaturas, pelo que toda a ajuda é precisa e bem-vinda! Ajudar é muito simples:
Vá ao site : http://www.pelosanimais.org.pt/iniciativas e desta página copie a petição tal como diz lá. Não tem nada que saber.


Sugestões Para Recolha de Assinaturas:
- No local de trabalho ou junto de colegas
- Em clínicas veterinárias
- Em lojas de produtos para animais

 

Todos juntos podemos ajudar!

Pensem bem...

Minhas Tags:
Escrito por Pikinina às 12:26
Link do post | Comenta lá... | Adicionar aos favoritos
|
blogs SAPO
subscrever feeds